Pedida investigação à nova funcionalidade de pesquisa do Google

As críticas à nova funcionalidade de pesquisa do Google apresentada esta semana, que permite também visualizar conteúdos personalizados, continuam e uma organização norte-americana está a pedir uma investigação.



O pedido foi apresentado pelo Electronic Privacy Information Center (EPIC), uma organização norte-americana especializada na defesa da privacidade na Internet, numa carta dirigida à Federal Trade Commission (FTC).

Em causa está a funcionalidade «Search Plus your World», uma novidade apresentada esta semana pela Google que permite aos utilizadores do motor de busca fazerem pesquisas sobre conteúdos pessoais e personalizados, como sejam fotografias ou artigos publicados em sites como a rede social Google+.

Na carta enviada à FTC, a organização não governamental considera que «as alterações no Google trazem preocupações sobre se a empresa dá prioridade aos seus conteúdos quando apresenta os resultados das pesquisas».

O objectivo do EPIC é levar a FTC a alargar a actual investigação às práticas da Google, investigação onde a empresa é acusada de abuso de posição dominante para beneficiar os seus serviços, para incluir também a nova funcionalidade, que a organização considera que pode ser utilizada para beneficiar a rede social Google+.

Antes desta queixa, também o Twitter já tinha feito algumas fortes críticas à «Search Plus your World» assim que a funcionalidade foi apresentada.

Fonte: Sol


About the Author:


No comments yet

Leave a Reply

Media Partner