Nokia já é líder no pequeno campeonato dos telemóveis com Windows

A Nokia tem um terço do mercado dos telemóveis com Windows Phone, apesar de só em Novembro ter lançado modelos com o sistema da Microsoft.



Os números são uma estimativa da empresa de análises de mercado Strategic Analytics, segundo a qual o envio para os retalhistas de telemóveis com Windows Phone cresceu 36% no último trimestre de 2011, atingindo os 2,7 milhões de unidades – destas, 33% são modelos da Nokia, que ultrapassa assim a HTC, que até aqui liderava.

É uma boa notícia tanto para a Microsoft como para a Nokia, que lançou recentemente dois modelos bem recebidos pela crítica e acompanhados de um grande esforço de promoção, os Lumia 710 e 800.

Porém, o iPhone e os múltiplos Android estão a uma enorme distância. Os sistemas da Microsoft têm uma diminuta quota de 1,9% do mercado de smartphones global, segundo a Gartner (os números incluem também o abandonado Windows Mobile), o que torna a liderança da Nokia entre os Windows pouco significativa nas contas gerais dos sistemas operativos para smartphones.

A finlandesa tem já em agenda novos lançamentos com esta plataforma. No mercado dos EUA, onde a empresa tem muito menos receptividade do que na Europa, está para breve o lançamento de um novo modelo topo de gama, o Lumia 900.

De acordo com a Reuters, que cita duas fontes anónimas, a Nokia prepara-se ainda para mostrar para a semana, num congresso mundial do sector, em Barcelona, uma versão do Lumia 900 para o mercado mundial e um novo modelo, o Lumia 610, que será mais barato e ficará no fundo desta gama de aparelhos.

Em Fevereiro, Microsoft e Nokia firmaram uma parceria que tornou o Windows Phone na plataforma da Nokia para smartphones. A fabricante finlandesa tem visto as vendas caírem, tanto nos telemóveis todo pode gama, como nas gamas baixas.

Outras marcas também produzem telemóveis com o sistema operativo da Microsoft, incluindo a Samsung e a chinesa ZTE, esta conhecida por ser uma marca de preços reduzido. Estes fabricantes, porém, também têm modelos com o sistema Android e a oferta de Windows Phone é minoritária nos respectivos portefólios.

Graças à parceria com a Nokia e ao lançamento dos Lumia, o Windows Phone conseguiu captar os holofotes mediáticos, bem como um maior interesse de retalhistas e operadores, apesar de o sistema estar longe de ser novo e já ter chegado ao mercado em Outubro de 2010.

Fonte: Público


About the Author:


No comments yet

Leave a Reply

Media Partner