Análise – Apple TV

Mais dia, menos dia a Apple vai lançar uma televisão, enquanto isso não acontece, a marca da maçã oferece uma pequena caixa preta capaz de fazer streaming de vídeo.

A Apple TV nunca foi um produto revolucionário, mas à boa maneira da Apple transformou-se num dos equipamentos de streaming mais famosos (foram vendidas mais de 4 milhões de unidades o ano passado).

Se já investiste num produto Apple nem que tenha sido num gadget com iOS (iPhone/iPad/iPod Touch), a Apple TV pode ser uma boa escolha. Se não tens nenhum produto do ecossistema da Apple o melhor é procurares outra alternativa.

A Apple TV tem um desing simples, a pequena caixa possui um led branco na parte frontal que se ilumina quando o aparelho está em funcionamento, na parte traseira encontram-se as ligações:

  • HDMI
  • Audio Digital
  • Ethernet (RJ45)
  • Micro USB (apenas porta de serviço e diagnóstico)

Além destas ligações a Apple TV ainda possui Wi-Fi.

O comando remoto é minimalista e os botões fazem lembrar o iPod Touch, o comando serve para navegar no firmware da Apple TV e para reproduzir e pausar vídeos. Para controlar o volume terás sempres de usar o comando da TV.

O menu de navegação é semelhate ao do iOS com grandes ícones, a selecção de filmes ou programs de TV é feita através do iTunes. Existe uma barra no topo do ecrã que permite aceder os conteúdos adquiridos e definições da Apple TV, imediatamente a seguir existe um carrossel para promover as novidades do iTunes.

Todo o conteúdo é transmitido em streaming, o pequeno dispositivo não possui memória para armazenamento dos conteúdos multimédia.

Existem outros serviços de streaming dos quais destaco o YouTube e o Vimeo, que permitem utilizar a Apple TV sem custos para aceder a conteúdos.

Conclusões:

A Apple TV pode ser uma boa opção para quem utiliza serviços da Apple e para quem utiliza iTunes regularmente para adquirir conteúdos multimédia.

O facto de não possuir armazenamento e de não funcionar sem estar ligada à Internet é uma desvantagem, que a pode mesmo tornar inútil.


About the Author:


One Response to “Análise – Apple TV”

  1. Diogo A Moraes

    January 17, 2013

    Reblogged this on Diogo A Moraes.

    Reply

Leave a Reply

Media Partner